domingo, 30 de outubro de 2011

De que maneira?

"De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a Tua Palavra.
De todo coração Te busquei; não me deixes fugir aos Teus mandamentos.
Guardo no coração as Tuas Palavras, para não pecar contra Ti.
Bendito és Tu, SENHOR; ensina-me os Teus preceitos.
Mais me regozijo com o caminho dos Teus mandamentos do que com todas as riquezas.
Meditarei nos Teus preceitos e às Tuas veredas terei respeito.
Terei prazer nos Teus decretos; não me esquecerei deles."
(Salmos 119:9-12; 14-16)

Ouve-me, oh Pai... Preciso de Ti.
Não precisamos de rituais mirabulosos para perceber e entender o que o Senhor quer nos passar. Não precisamos nos martirizar, nos castigar, beber diariamente do cálice da culpa eterna que impõe o sentimento de indignidade de se aproximar do Pai, do Filho, do Espírito de Deus. Não precisamos apalpar no escuro, em busca de uma saída para se chegar até o Pai. Precisamos, na verdade, é de algo bem simples, mas que por algum motivo, não tem sido apresentado dessa forma para as ovelhas, futuros pastores, líderes, levitas, missionários. Como o Senhor tem sido, ou foi apresentado a você? Um Deus distante que castiga vorazmente se falharmos em algum momento? Um Deus que merece ouvir frases feitas porque certamente é isso que Lhe agrada? Um Deus que não aceita suas palavras se você cair em pecado e se arrepender deles? Um Deus que não aceita suas lágrimas?

"De todo o coração Te busquei...", parece difícil? Bem, dependendo da forma como o Senhor tem sido apresentado, acaba perdendo sua simplicidade para dar lugar a muitos rituais, digamos assim. Não há dificuldades em se entregar ao Senhor se essa entrega for sincera, sem bajulações, sem escolha de palavras bonitas. Apenas se ajoelhe e abra seu coração ao Pai, sem medo, sem reservas. Se não consegue dizer uma única palavra, deixe que as lágrimas que brotam dos seus olhos e rolam pela sua face as pronuncie em silêncio. O Pai sabe ler cada uma delas, e entendê-las em toda sua profundidade. Se um grito preso na garganta, deixe-o sair com sua dor. Ele, certamente, também o entenderá. Deixe-O ser seu Amigo mais chegado e, o resto, com certeza Ele fará. Confie.

Não limite sua visão de Deus. Não se deixe limitar. Leia a Bíblia, busque auxílio do Espírito Santo para entendê-la, converse sobre a Palavra e aplique-a no seu dia a dia. O Senhor se apresenta para todo aquele que O busca e se dispõe a conhecer, sentir e viver o Seu amor.

Que o Espírito Santo de Deus haja poderosamenta em sua vida, ensinando-o e instruindo-o no amor, misericórdia e justiça de Deus.

1 comentários:

Elaine Cândida disse...

Verdade, Gi...

E mesmo que pareça que Ele não Se importe com nossa oração, é possível que esteja calado, mas é certeza que está agindo.

É que Deus faz menos barulho e trabalha mais.

Que glória para nós, pertencermos a um Deus assim!

Beijo no seu coração adorador.

Em comunhão.

Elaine Cândida

31 de outubro de 2011 20:04

Postar um comentário

Que a graça, o amor, a mansidão e as misericórdias do Senhor sejam sobre sua vida!

 

©2009Vinho de Rosas | by TNB